quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Capítulo 3

http://2.bp.blogspot.com/_SBzN4nDOn9g/TJAS0NL7EFI/AAAAAAAAAL0/-Tk4uo2ZrpU/s1600/joe-jonas-lunch-with-mama-papa+(16).jpg 



Nicholas havia marcado de seu irmão ir visitar Demi nessa tarde, Nick estava disposto a fazer e tudo para ajudar Demi, quanto mais Demi estava no fundo do poço mais machucava Selena, e ver Selena triste é a última coisa que Nicholas quer na vida.

Selena ajudava Demi a se arrumar, nos últimos dias Demi se tornara agressiva, já agrediu a irmã duas vezes quando a mesma tentou toca-la.Joseph já havia chegado, e pediu pra que Selena o deixasse sozinho com Demi.Demi estava de costas, não queria falar com ninguém, só se virou quando Joe se apresentou.

— Demetria!

— O que está fazendo aqui Joseph?

— Meu irmão pediu para que eu viesse conversa com você... Já que eu estudo psicologia. — O rapaz completou a frase. — O que aconteceu pra você se tornar essa pessoa que é agora?

— Meu pai... Morreu.

— Sinto muito... Selena falou que agora virou mulher de traficante.

— Fofoqueira... Isso não me parece uma conversa profissional.

— Eu ainda não sou psicólogo.E eu sou seu amigo.

— Você era meu amigo.No passado.

— Vamos esquecer isso.Eu vim aqui pra tentar te ajudar.

— Eu não preciso da ajuda de ninguém, muito menos a sua.

— Tudo bem, você já tem 18 anos e sabe muito bem o que faz, se você não quer ser ajudada problema é seu, vai chegar um dia que a sua mãe, a Selena e o seu irmão vão cansar de tentarem te ajudar, e você vai no fundo do poço sozinha.

— Vai embora.

— Eu estou falando isso como seu amigo.

— Vai embora, Joseph.


(...)


— Como foi a conversa? — Selena perguntou curiosa.

— Nada boa... Bom sua irmã não quer ajuda, não podemos fazer nada contra isso.

— Aconselharam Clarissa a interná-la.

— Não adianta internar, ela tem que querer, se interná-la a força é capaz dela fugir da clínica.

— Tem razão... Muito obrigada por ter vindo aqui.

— Eu faria de tudo pra ver Demi bem.

— Como?

— Nada.... Eu preciso ir, até logo.

— Até.


Depois que Joe foi embora, Demi trancou a porta do quarto, tinha receio de que um dia sua família desistisse dela.Família.Mais uma vez ela lembrou-se de seu pai, uma tristeza preencheu seu coração.Foi até o guarda-roupas, pegou sua maleta de maquiagens e tirou de dentro uma seringa, logo foi aplicou em seu braço, nesse mesmo instante ela caiu desmaiada.Justin que passava pelo corredor ouviu o barulho de algo caindo, tentou abrir a porta mas estava trancada, chamou sua mãe, Clarissa logo apareceu na porta do quarto com uma chave reserva, abriu a porta e encontrou a filha caída no chão,  logo viu a seringa ao seu lado, desesperada ligou para a emergência.


Continua....

Desculpe-me não ter postado antes, mas a minha vida está muito corrida, este bimestre está tendo muitos trabalhos, e eu como fiquei com nota vermelha antes tenho que correr atrás pra garantir a minha nota pra passar de série, e também estou tendo muitos ensaios de dança e e semana que vem começa os ensaios do teatro, e para completar ainda tenho curso e academia, além disso minha internet está uma porcaria.Obrigada pelos comentários.

Na sexta a noite ou de madrugada eu posto.

Beijo!!!!!!!!

2 comentários :

  1. Oi linda
    Que perfeito !
    Tomará que a demi aceite a ajuda do joe,acho que ela ainda vai aceitar kkkkkkk
    Posta logoo
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. hei e aí xará, demora não, tá tão boa a história
    entendo a falta de tempo pq estou sem ele na minha vida também, então o que resta é esperar.
    POSTA LOGO!

    ResponderExcluir